agarrou meus braços e começou a tentar me beijar – 867

867 – “Até um tempo atrás eu não sabia que o que tinha acontecido comigo, depois de um tempo que eu consegui associar isso com um assédio (quase estupro,inclusive).
Quando eu tinha 13 anos, uma menina que supostamente era minha amiga me chamou pra ir na casa dela, eu não queria ir, ela ficou insistindo e eu não vi mal nenhum nisso, até porque ela era minha amiga.
Quando chegamos lá estava um amigo e o irmão dela, ela foi pro quarto e pediu pra eu esperar na sala, o amigo dela acompanhou ela e o irmão foi até mim, quando ele de repente ficou pulou pra cima de mim, agarrou meus braços e começou a tentar me beijar e eu fiquei resistindo, ele ficava dizendo: ‘Eu sei que você quer.’ Eu ficava tentando soltar meus braços, até que consegui soltar um dos meus braços, quando eu fiz isso ele puxou minha blusa pra baixo e eu ficava tentando me soltar dele, isso aconteceu por mais de 15 minutos, até que o amigo dela chegou nele e disse: ‘Ta bom, ta bom, ja deu.’ Saí de la correndo, chorando (isso foi á tarde)
Eu tenho um medo/trauma de tudo que aconteceu, eu me sentia culpada por usar um short ou por não ter força para me defender e não conseguia admitir ter um corpo de mulher, odiava minhas formas porque achava que isso foi culpa minha
Nunca consegui dizer isso pra ninguém, porque tinha vergonha e resolvi me abrir com vocês.”

 

[De acordo com a definição atual, o que ocorreu foi estupro mesmo]