até hoje não sei se foi coisa da minha cabeça – 1263

1263 – Bom o que vou contar não sei se foi algo da minha cabeça ou se realmente aquele sorriso tinha malícia…

Eu estava no supermercado com meu pai e minha mãe, estávamos fazendo compras; eu tinha uns 4/5 anos, estava com um short preto, e uma blusinha de amarrar na frente (parecia um top mas com alças) branca com coraçõeszinhos roxos. Se não me engano eu estava empurrando um daqueles carrinhos pequenos de duas partes (eu sempre pegava um deles pra colocar docês e salgadinhos) ou eu estava apenas andando perto da minha mãe…

Me lembro de estar indo pra outro corredor do supermercado, e um homem ficou em pé do meu lado me olhando, e deu um sorrizinho “diferente.”  Me senti um pouco assustada com aquilo, sempre fui tímida e fiquei paralizada olhando para ele; acho que minha mãe percebeu aquilo, só me lembro da minha mãe me olhar e puxar uma das partes da minha blusinha pra cima e falar “olha ai, ergue isso que ta aparecendo.”  Realmente, por eu não ter seio e a blusa não estar amarrada bem apertada, abaixou um pouco um dos lados, fiquei morrendo de vergonha; mas uma criança de 4/5 anos, que malícia pode ter?

Até hoje isso me incomoda, não sei se ele sorriu porque queria ser gentil, se achou engraçado eu não perceber o que tinha acontecido com minha blusa, ou se realmente tinha malícia naquele sorriso e naquele olhar…

Mas o que mais me incomoda foi o fato de eu ser apenas uma criança pequena, não tinha o que ele olhar em mim… Será que ele me olhava com malícia ou isso é apenas da minha cabeça e ele só estava sendo gentil com uma criança?