Atualização do relato 1666 – 1806

1806 – Sou a autora do relato 1666.
Após o ocorrido, consegui o e-mail da sessão jurídica das lojas RENNER. Estou divulgando hoje o nome da empresa onde ocorreu o fato pois já tive uma resposta da própria empresa em relação à minha denúncia de assédio sexual.

Essa semana minha ex-supervisora entrou em contato comigo para me deixar a par a situação.
Ela disse que o funcionário que me assediou levou uma advertência por escrito, mas que ainda não estava encerrada a apuração do caso. Ela também me disse que o jurídico está analisando o caso mais a fundo pois o funcionário em questão está no cargo de ‘Fiscal da loja’, isso quer dizer que ele é como um guardião de todos os funcionários e por isso deveria ter uma postura exemplar. Segundo minha ex-supervisora, eu vou ter uma resposta maior do que esperava. Ela ficou de me ligar assim que tiver uma resposta definitiva.

Fiquei muito satisfeita em saber que a minha denúncia foi realmente investigada e que o cara está tendo a punição que merece.

É por isso que digo com toda certeza do mundo: RECLAMEM, DENUNCIEM, NÃO DEIXEM ESSAS SITUAÇÕES PASSAREM DESPERCEBIDAS.
Façam a sua parte. Muitas vezes nada é feito porque nos calamos, contamos para alguém próximo o que aconteceu mas isso não é o suficiente. Chega de silêncio, chega de vergonha, nós somos vítimas e merecemos que alguma coisa seja feita.

Esse é o meu relato positivo sobre assédio, e RENNER, meus parabéns.! Vocês realmente respeitam seus funcionários, não importando se são homens ou mulheres.!!!