Cantada 066

66 – “Oi! Em primeiro lugar, adoro a página. Vocês estão fazendo um ótimo serviço. Eu gostaria de compartilhar uma história, vocês podem publicar com o meu primeiro nome.  Eu tinha 16 anos e fui com a minha mãe ao supermercado. Lá, um dos funcionários (acho que um dos repositores), começou a mexer comigo, dizendo “oi, morena” e coisas assim. Na terceira vez, fui para perto da minha mãe e contei o que estava acontecendo. Ela chamou o segurança e eles foram conversar com o rapaz, mas sem escândalo. Depois disso, ele chegou perto de nós duas para pedir desculpas, e minha mãe disse que “tudo bem”, e que eu “ainda não tinha aprendido direto a ter educação” para ser “elogiada”. Eu fiquei chocada com isso. O pior nem foi sofrer o assédio, foi minha mãe dizer que eu não tinha “educação” para aceitá-lo!  Eu me arrependo de não ter feito nada, mas naquela época eu tinha medo de responder. Se fosse hoje, eu teria feito escândalo no supermercado! O infeliz foi demitido depois disso, bem feito.”  Bárbara