Cantada 115

115 – Um dia, fui a uma balada com uns amigos, uma festa mais alternativa e tal. Sou de uma cidade relativamente pequena, então, o público do lugar é quase sempre o mesmo. Eu fui comprar uma cerveja quando um cara, que eu nunca tinha visto por lá, puxou meu braço. Eu ignorei. Ele fez isso mais uma vez e eu, mais uma vez, ignorei, olhei com cara de “sai pra lá”. Depois de um tempinho, ele tentou de novo, mas já foi me agarrando e tentando me beijar. Reagi rápido e joguei cerveja nele. Não sei se agir de forma correta, mas não tive outra reaçãa na hora. Ele revidou e jogou em cerveja em mim. Fiquei com muita raiva, mas decidi sair de perto. Não demorou muito para ele aparecer e, do nada, jogar cerveja em mim. Eu virei para ele e disse “Você tá louco, como você chega do nada e faz isso?”. Ele começou a gritar falando que ele não fez nada, que eu que cheguei sem nem saber quem ele era e joguei cerveja e bla bla bla. Então comentei dele ter tentando me agarrar e ele respondeu algo do tipo “Cala a boca, você é horrível, eu nunca que ia tentar nada com você”. Depois disso, eu sai de perto e não o vi mais. Meus amigos que viram tudo que aconteceu ficaram ao meu lado. Fiquei meio mal depois disso, mas continuei por lá.  Já tem uns dois anos que isso aconteceu, mas lembro como se fosse ontem. Foi horrível.