Cantada 139

Essa é minha “cantada” que recebi e não me importo de colocar meu nome lá 🙂      Estava eu indo pro ponto de ônibus num dia que não lembro qual era da semana e era a tarde, o dia estava bonito e eu de vestido acima do joelho. Eis que ouço uma bicicleta se aproximando.      Passa um tempo e ouço o cara: “Nossa que branquinha, te chupo toda.” Exatamente com essas palavras xulas e grosseiras.      Geralmente eu ignoro “cantadas” assim mas eu fiquei tão puta da vida e revoltada com uma fala dessas que eu gritei (gritei mesmo pra todo mundo ver a babaquice): Cala a boca seu macaco maldito! Imbecil!      O chamei de macaco como poderia ter chamado de porco, ornitorrinco ou minhoca, qualquer animal “irracional” porque era aquilo que ele era. Dai o cara ficou puto comigo!!!!!!!!!!! E disse: ai sua branquela azeda, sabia que tem macaco branco também?! (como se eu tivesse chamado ele de macaco por ele ser moreno (!!!!!!!!!!!!!!)). Não my dear, foi porque tu agiu como um animal mesmo no cio achando que cheirar meu cu seria suficiente pra eu transar contigo. WTF Ai que ódio que eu fiquei nesse dia, deu vontade de pegar uma pedra da rua e jogar na cabeça dele.  Juliana Coelho