Cantada 389

389 – “Eu sei que não é uma cantada, nem nada do tipo, mas me deixou tão mal… que eu quis compartilhar com vocês;   Estava voltando de ônibus do cursinho, quando ouvi uma conversa entre dois “homens”. Parei para prestar atenção, e depois eu me arrependi: Um homem disse para o outro: “Ah que que isso, a festa de ontem estava ‘pica’ (??) de mais.” e o outro respondeu “Nossa, pica (??) de mais. Mas descobrimos que o Guizão é mó viado (?)” Ai veio o que me fez chorar de desespero: “Né cara, a gente encheu a mina de tequila, ela tava lá desmaiada e o cara não quis enfiar a piroca, maior gazão”.  Pra quem não sabe “”sexo”” com uma pessoa desacordada é estupro de vulnerável.   (Estupro de vulnerável Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (quatorze) anos: Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.  § 1º Incorre na mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.)   Eu perdi a vontade de viver. Cheguei em casa e chorei, chorei muito! Chorei porque já fui dopada e abusada. Chorei por saber que existem MILHARES de mulheres por ai que passam por isso todo os dias. Chorei porque eu imaginei a dor desta menina ao acordar no dia seguinte.  Eu perdi a fé na humanidade depois disso.  Infelizmente.”