Cantada 394

394 – “Machismo a gente sempre se depara por aí , eu sempre combati dentro de casa ou qualquer lugar, mas esses mais disfarçados as vezes a gente não sabe como agir, o que pra alguns é machismo pra outros é gentileza ou atenção. Pois bem, eu faço um curso técnico e a minha turma é composta de pessoas muito simples, possuem pouco conhecimento ( não achem que é arrogância da minha parte, as pessoas são ótimas, mas pra vocês terem uma ideia tem gente que não sabe o que é ser heterossexual), mal devem saber o que é machismo. Um dos professores (que é uma anta), me trata diferente dos outros, acredito que seja por eu de certa forma afronta-lo, tipo não aceitar as basbaquices q ele fala, as vezes acabo corrigindo, com jeito mas corrijo. Enfim, ele só me chama de lindinha, minha linda, ou pelo meu sobrenome (que eu já declarei q não gosto), me canta de toda maneira, me manda beijo, se insinua e as vezes me para fisicamente pra que eu dê atenção, ele é daquele tipo de pessoa que não tem capacidade e tenta convencer pelo papo furado, pelas brincadeirinhas, sorrisinhos e simpatia. Eu fecho a cara, sou seca, respondo às vezes com hostilidade, mas não tem jeito! O pior é q as pessoas da sala acham que ele é só educado comigo, tipo q ele gosta de mim e que eu não deveria me sentir como me sinto. No final a vilã acaba sendo eu! No inicio desse ano comecei a ser ainda mais grossa, em uma atividade em sala ele pediu que fizéssemos um texto, um “feedback” para que déssemos opinião sobre a aula dele e sobre ele. Eu me recusei, disse que ele não iria gostar do que eu tinha pra escrever, mas o babaca sempre acha q eu estou brincando, achou que eu fosse fazer e não fiz. Depois da aula ele me viu e me parou, eu tentei me esquivar, não estava a fim de papo e ele me segurou, perguntou porque eu não tinha feito e eu secamente disse: Não quis fazer. Ele achou que me intimidaria, ficou meio sem jeito, aí ele tentou puxar papo comigo e eu fiz uma cara de “e eu com isso?” Eu tento me controlar, porque fico cada vez com mais nojo e sei q se eu for muito grossa ele vai tentar me ferrar, vai me sacanear com certeza! O curso acaba esse semestre e não sei se chuto a barraca de vez ou continuo só na minha e evitando. Tenho certeza que todos da sala vão achar exagero da minha parte, afinal eles adorariam ser “queridinhos” do professor, mas não são eles que são assediados, sou eu. Queria saber se fosse uma aluna assediando um professor, o que iriam pensar? Se fosse eu que mandasse os beijos, que o parasse na porta, que se insinuasse que o chamasse de meu lindo. Com certeza falariam essa aí é uma puta! que menina safada e sem pudor. E eu ainda tenho que ouvir que ele é simplesmente educado. Puta que pariu!”
Se você sai com um cara e transa com ele na primeira noite: “Essa Puta é uma fácil” Se você sai com um cara e não transa com ele na primeira noite: “Essa Puta se faz de difícil” Se você prefere roupas mais curtas: “Essa Puta é uma exibida” Se você prefere roupas mais longas: “Essa Puta é uma hipócrita/ se finge de santa” Se você gosta de beber: “Essa Puta é uma bêbada, ridícula, sem moral” Se você não gosta de beber “Essa Puta é totalmente careta” Se você gosta de falar de sexo “Essa Puta é vulgar demais” Se você não gosta de falar de sexo “Essa Puta só pode ser frígida” Se você fala palavrão “Essa Puta não tem educação” Se você não fala palavrão “Essa Puta é metida a certinha” Se você trabalha fora “Essa Puta não cuida da casa, do marido. Depois reclama se ele acha quem cuide” Se você não trabalha fora “Essa Puta é uma mercenária, fica coçando o dia inteiro, vive às custas do marido” Se você não quer se casar “Essa Puta só quer saber de dar pra todo mundo” Se você sofre violência doméstica e não denuncia “Essa Puta só pode gostar de apanhar” Se você sofre violência doméstica e denuncia “Essa Puta deve ter feito alguma coisa pra merecer, e agora ferra a vida do coitado” Se seu companheiro está num relacionamento extra-conjugal “Essa Puta não dá em casa, ele procura na rua” Se é você em um relacionamento extra-conjugal “Essa Puta paga com um par de chifres tudo que o coitado faz por ela” Se você não tem condições, engravida e resolve ter o filho “Essa Puta não se cuidou e agora põe mais um inocente pra sofrer no mundo” Se você não tem condições, engravida e resolve abortar “Essa Puta não se cuidou e agora quer tirar a vida do inocente” Essa Puta Essa Puta Puta Puta Puta Puta… Porque todas somos Putas quando resolvemos ser donas das nossas próprias atitudes. Todas somos Putas quando as expectativas machistas que as pessoas têm de nós não correspondem à nossa realidade. Todas somos Putas quando somos nós