Cantada 425

425 – “Bom dia. Quero fazer minha denúncia. Em 2012, passei o carnaval com uma amiga em Alcobaça, na Bahia. Certa noite, quando voltávamos para o hotel, fomos assaltadas. Chamamos a polícia, que chegou rapidamente, pegou alguns dados nossos, e nos deixou na porta do hotel. Depois que eu já havia me deitado, o recepcionista me chamou para atender o telefone. Era um dos policiais que havia nos atendido. Pensei que receberia uma boa notícia sobre nossas coisas, levadas pelo assaltante. No entanto, o cara de pau queria era me chamar pra sair. Meu sangue ferveu e não consegui fazer mais do que desligar o telefone na cara do imbecil. Não acreditei. Fiquei indignada, pois passei meus dados para uma autoridade, na tentativa de recuperar minhas coisas e em troca recebi uma cantada. Se eu já confiava pouco na polícia, hoje não confio nada.”