Cantada 473

473 –  “Esse relato a principio não tem nada a ver com cantadas no meio da rua, mas também mostra que a falta de respeito com as mulheres acontece em todos os tipos de situações e relacionamentos, leiam:  Há 6 anos conheci um garoto que se achava gótico. Achei diferente e quis me aproximar.  Ele aparentemente gostou de mim e começou a me paquerar, chegou até a me dá um cordão seu para que eu lembrasse dele. Não vejo graça nessas coisas melosas e fofas, mas achei legal a atitude. Me pediu em namoro e aceitei. Durante o relacionamento nós fazíamos algumas coisas íntimas, exceto sexo porque eu era virgem e não me sentia psicologicamente preparada para deixar de ser. Esse fato deixou ele maluco. Ele então começou a insistir e eu sempre negava, pois odeio ser pressionada e ainda não me sentia preparada. Além disso tinha a impressão de que ele só tava comigo para ter sexo. Dois meses depois do inicio do namoro, ele do nada começou a me tratar de forma seca e em seguida apareceu dizendo que queria um tempo, pois não tinha certeza se gostava mesmo de mim. Achei o fim da picada, mas não podia fazer nada. Mas achei a atitude muito estranha. Poucos dias depois entrei no seu orkut e notei que ele trocava mensagens melosas com uma outra garota há algum bom tempo. Constatei o óbvio: me traia, e como ficou irado por não ter conseguido transar comigo, resolveu me deixar em standby/banho maria enquanto tava com a outra. Achei tudo uma escrotice gigante de tentar ter duas mulheres ao mesmo tempo para fins sexuais fazendo-as de otárias! Entretanto, não levei a sério essa coisa de tempo no namoro e continuei a minha vida…paquerando e me relacionando com outros caras. Meses depois comecei a namorar uma outra pessoas e quando ele ficou sabendo, veio correndo até mim pedindo pra voltar! Veio com papo furado de que ultimamente andou pensando muito em mim, pois tava com saudades. Não acreditei e dei um fora. Ele então ficou tão irritado com a minha recusa e resolveu me responder isso: “Já imaginava que fosse falar isso, pois já esperava porque mulher é tudo igual. Quando vê uma piroca (com esta palavra) vai logo correndo atrás!” Ele podia tentar me enganar e ficar com outra enquanto tava comigo, mas eu não podia tá com outros enquanto eu tava solteira? Fiquei abestalhada com isso e o xinguei muito. Um dia depois (isso mesmo, um dia!) começou a namorar a outra garota com quem ele me traia!  E ainda dizia que me amava…queria que eu acreditasse nisso.”