Cantada 530

530 – “Anos atrás o governo federal criou o Reuni que é um programa que visa ampliar o acesso da população ao ensino superior nas universidades federais. Minha universidade,assim como outras, foi contemplada por esse programa. Todos os campi viraram um imenso canteiro de obra, com prédios sendo construídos em tudo quanto é parte. Essas obras começaram em 2009 atrasadas e já deveriam ter terminado em 2010/2011, mas ainda estão lá, em construção. Incluindo um atrás e outro na frente do prédio em que estudo, ou seja, pedreiros por todos os lados. Semanas atrás trocaram o vidro das janelas que ficam em frente ao banheiro, colocaram vidros opacos. Não entendi o porque, achei que alguma máquina de obra tivesse quebrado. Mas descobri o motivo. Hoje estava batendo papo com uma secretária do meu curso e ela reclamou dando risadas que os pedreiros mexem demais com a mulherada! É verdade, mas não sabia que era tanto assim e com muita gente.  Eu mesma já fui mexida (ou seria abusada?) algumas vezes e em uma vez fiz aquele sinal de tomar no c* com medo porque sempre estou ali e o pedreiro poderia me atacar depois. A secretária comentou então que a situação é tão tensa que eles mexiam até quando viam as mulheres dentro do banheiro!  A universidade teve que agir e o que resolveram fazer para parar com isso? Trocaram os vidros comuns e colocaram vidros opacos para que os pedreiros não nos vissem mais usando o banheiro… Resumindo: usaram dinheiro público (e bem) para proteger-nos dos olhos dos machistas das obras! Ninguém sabe quando os prédios ficarão prontos. Até quando nós alunas, professoras e funcionárias teremos que aguentar isso? E quando acabar, vão por os vidros originais?”