Cantada 556

556 – “Sempre ouço gracinha na rua e dou uma resposta, ou ao menos mostro o dedo mandando a pessoa se foder. Mas uma das piores coisas é sem dúvida o cara encostar em ti. Eu infelizmente já tive experiências de homens que passam a mão onde puder, é nojento, uma violência. Sábado ao sair de uma festa um cara encostou na minha bunda e perguntou “e esse shortinho”. Só consegui dizer pra ele “não é shortinho, é uma saia, sua anta” e estava meio perplexa de que aquilo tinha acontecido. Era uma festa de gente rica, um baita playboy que deve ter tido tudo do bom e do melhor, menos educação. Me arrependo de não ter dado um tapão, mas ele era enorme. Ridículo um mundo onde não se possa andar sem ser atacada verbal ou fisicamente  e obviamente todos que estavam ali me ignoraram e acharam a coisa mais normal do mundo.”