continuaram a me secar, mesmo ao lado do meu pai – 994

994 – Decidi relatar algo que aconteceu ano passado e me incomodou bastante, pode não ser tão grave quanto os relatos que aqui leio, mesmo assim me senti péssima.

Era semana de Natal e minha mãe fez uma lista enorrrme de coisas a comprar para poder fazer no almoço de Natal e também durante a semana, fomos eu e meu pai (que já é um senhor de idade diga-se de passagem), descemos no supermercado mais próximo de casa e começamos nossas compras, o supermercado estava praticamente vazio, exceto por uma ou outra pessoa que cruzava conosco nos corredores, meu pai foi no açougue de lá e começou a fazer os pedidos ao atendente, para acelerar as compras pediu-me que fosse buscando outros itens da lista, eu fui, mas voltei, pois foi só eu sair de perto dele e ir para as geladeiras de iogurte que dois meninos (deviam ter no máximo 14/15 anos) me cercaram e ficaram me secando, literalmente, dei uma rápida olhada na geladeira para disfarçar e fingi que não os havia visto, e andei aceleradamente para perto do meu pai. Por incrível que pareça os dois meninos me seguiram e continuaram a me secar, mesmo comigo ao lado do meu pai, um senhor! Ficavam me olhando de alto a baixo, me senti um verdadeiro produto à mostra e eles com aquele olhar nojento, como se me despissem com os olhos, e para aqueles que vão dizer “ah, mas você deve ter provocado de algum modo”, não provoquei, estava com um shorts rendado compridinho e blusinha folgada sem decote e com mangas e para exemplificar não muito longe dali estava uma outra moça com um mini shorts e regata justa, usando uma dessas roupas que as pessoas cismam de dizer “provocativas” e mesmo assim eles preferiram me secar e me cercar. Meu pai não percebeu o que se passava e continuou a insistir que eu fosse buscar outros itens da lista para acelerar as compras, e eu me recusava veemente a ir, olhava de soslaio e via os dois me analisando, achei repulsivo, meu pai ficou muito bravo comigo por não querer ajudá-lo, só que eu não podia dizer o que se passava pois os dois estavam muito próximos e podiam ouvir e eu me sentia extremamente constrangida. Depois percebi que eles foram embora, pois creio eu, a mãe deles foi para o caixa, depois disso ajudei meu pai com as coisas que pediu e na volta para casa expliquei o motivo pelo qual não o estava ajudando antes, ele ficou revoltado e disse que é normal um homem olhar uma mulher, mas quando passa a incomodá-la ele deve parar na hora e respeitá-la. E ficou mais revoltado ainda pelo fato de os dois meninos mesmo vendo que eu estava acompanhada de um senhor continuarem a me despir com os olhos. Sei que isso não é grande coisa se comparado ao que outras mulheres sofrem diariamente, porém me incomodou muito, pois além de eu ser uma pessoa extremamente travada e envergonhada quando o assunto são “homens” esses dois meninos foram incapazes de respeitar ao meu pai!

Eu até hoje não consegui reagir a esse tipo de coisas além de me sentir muito, muito mesmo constrangida. Mesmo quando minha vontade é mandar esse tipo de pessoa ao inferno não tenho coragem, simplesmente baixo a cabeça e finjo que não é comigo. Por isso muito obrigada à página e aos relatos das moças corajosas que reagem, isso me deixa com um pouco mais de esperança de que um dia os homens aprenderão a respeitar à nós, mulheres..