Defendi uma mulher na balada e fui expulsa pelos seguranças -2068

Relato enviado dia 30/10/15

Olá, queria contar o que aconteceu comigo, na noite de ontem acabei me envolvendo em uma briga que não era minha, mais se tornou. Um cara estava sendo estúpido com uma mina na minha frente, meus ouvidos e olhos não aguentaram e disse para o cara: Cara, por favor não diga isso, seja gentil com a mina. Nisso a mina me olhou e abaixou a cabeça. O cara me agrediu verbalmente, palavras como “PUTA” ou “Idiota” parecia banal na boca dele, ao ponto que perdi o controle e dei um tapa. Depois disso, seguranças me retiram da boate, como se fosse um animal. Fiquei na rua com meus amigos, alguém me empurrou no chão e jogaram garrafas no meu amigo gay.

Eu liguei para policia e não apareceram, as pessoas que estavam na rua, vendo a situação ficaram quietas. Eu poderia estar alterada, mais eu assistir tudo e sofri uma dor tão profunda. Como dizia Elis Regina: “Tá tudo errado! A gente tem que perder tempo sim, tem que se envolver. Entre a parede e a espada, me atiro contra a espada.” Até agora, não sei como lidar, várias pessoas me julgaram pela minha altitude. Eu precisava compartilhar isso e obrigada.