Disse coisas nojentas, passou a mão na minha perna – 1246

1246 – Isso faz pouco tempo, uma semana aproximadamente. Eu e minha melhor amiga estávamos sentadas em uma praça que tem na frente da nossa escola, com outras amigas e usando o uniforme da escola: uma camiseta polo e saia no máximo dois dedos acima do joelho. Aquele estava sendo um dia bem legal, nós estávamos rindo e conversando, normalmente. Passou um tempo e só ficamos eu, minha melhor amiga e uma outra menina da nossa sala, que estava esperando seus pais buscarem ela de carro, e ela ir dar carona pra gente. Então, chegaram quatro garotos que deviam ter 18 ou 19 anos, e sentaram em uns bancos perto dos nossos. Eu era maior que dois deles, mas os outros eram bem altos. Eles estavam conversando e ás vezes olhavam pra gente, mas nós não nos importamos muito. Até que eles chegaram e sentaram no mesmo banco que a gente, nos prensando no meio deles. Eu estava numa ponta, e um garoto mais alto que eu chegou e começou a sorrir pra mim. Mas não um sorriso bonito, um sorriso nojento, horrível. Ele começou a falar coisas nojentas pra mim, e começou a passar a mão em minha perna. Eu fiquei congelada e eu não sei o que estava acontecendo com minhas amigas do meu lado naquele momento, eu estava em pânico, porque isso nunca tinha acontecido comigo. Até que, graças a Deus, o pai da nossa amiga chegou, os garotos correram e o pai dela fez uma queixa na polícia e nós descrevemos os garotos.

Eu tenho 14 anos, e as minhas amigas 13.