disse que eu teria sorte se alguém mexesse comigo – 639

639 –  “Sexta aconteceram 2 fatos que me deixaram MUITO chateada. 1º: fui com meu namorado a um restaurante de um shopping, e em dado momento fui ao banheiro. Ao chegar ao corredor dos banheiros, tinha 3 caras fazendo a maior baderna, batendo nas portas e rindo. Parei séria e encarei os 3, até que eles deram licença e entrei no toalete. Fechei a porta e quando estava usando, a mesma foi abrindo devagar, quando percebi fechei de uma vez e perguntei se não tinham respeito. Escutei risos e quando saí, os 3 estavam calmamente saindo do bar. Abordei o gerente e contei o ocorrido, e fui atrás dos 3 sujeitos (detalhe que um deles estava tentando beijar uma moça que estava em uma mesa), perguntei se eles não tinham vergonha e que fossem fazer bagunça e desrespeitar os outros na casa da mãe joana. Disseram que não fizeram nada e foram embora. Fiquei muito nervosa e conversei com o gerente e o chefe de segurança do shopping, questionei se algo acontecesse e eu gritasse, se alguém iria ouvir. Disseram que iriam arrumar a porta e intensificar a segurança. Fui embora com os nervos ao flor da pele, ao chegar no ponto de ônibus, meu namorado foi a um comércio em frente usar o banheiro. Nisso, um sujeito me olhou de cima a baixo daquele jeito NOJENTO e disse pra um cara ao lado “acho que tô apaixonado”. Geralmente eu ignoro, mas como já estava fula da vida, virei pra ele “Ô amigo, você acha que todo mundo é obrigado a aguentar essas coisas?”. Ele assustou e perguntou do que eu tava falando, eu disse que ele me olhou e falou aquilo e não gostei, perguntei se ele não sabia respeitar as mulheres. Pois bem, o cara disse que não falou nada comigo, e começou a me ofender a altos brados, na frente de todo mundo na rua. Me mandou pro inferno, me chamou de feia, gorda e babaca, que eu teria sorte se alguém mexesse comigo.. foi daí pra baixo. Como nunca fui dada a discussões e baixarias, só falava que ele é que era tudo isso e não respeitava os outros. Meu namorado chegou e mandou o cara calar a boca, ele continuou resmungando que tinha “uma noiva maravilhosa e não precisava mexer com mulher feia na rua”. Enfim, fui humilhada e cheguei a questionar se realmente ele falou aquilo comigo. Acho que é esse o sentimento de quem passa por coisa + grave e se sente culpada… Foi horrível. E agora além de ter que aguentar cantadas e olhares nojentos, nós temos que CALAR e GOSTAR, caso contrário somos até agredidas!! “