Ela tava tão assustada que nem conseguia falar direito – 1031

1031 – Hoje presenciei uma cena que me deixou furiosa. Eu, meu marido e meus filhos fomos visitar uma tia dele, e ao sairmos da rua, chegando à avenida, meu marido percebeu algo estranho. Tinha um cara cercando uma mulher, ela estava sozinha na parada de ônibus, que estava bem esquisita (apesar do relógio marcar 8:30 da manhã). O cara tava bem juntinho dela, falando bem no ouvido, puxando-a pelo braço. Meu marido percebeu que ela estava sendo assediada, e parece que se tornaram “comuns” os relatos de abusos e tentativas de estupro aqui onde moramos.

O cara foi bem insistente, foi preciso meu marido se meter, ser bem grosso com ele, dar uns gritos bem fortes para aquele nojento ir embora. Depois paramos uma kombi (que funciona como transporte complementar no município) e a moça pode finalmente seguir seu destino.

Ela tava tão assustada que nem conseguia falar direito, percebi que estava também envergonhada. Ela só repetia: “ele tava me cantando”. Mas na verdade, não era uma cantada qualquer, ela sofreu uma tentativa de estupro!!!