Ele sabe onde trabalho, estava me seguindo fazia tempo – 2002

2002 – Outro dia eu estava indo trabalhar, e um homem no carro me parou de boa (isso na minha rua). Eu achei que ele estava pedindo informação, daí fui até ele. Ele perguntou “eu te conheço de algum lugar?”. Como eu moro ao lado do colégio em que estudei por 10 anos pensei que ele poderia ter sido um ex-aluno ou ex-funcionário (porque encontro muitos por ali), mas não me lembrei dele. Ele me disse: “ah, deve ser porque passo aqui todo dia e te vejo. Você mora aqui né? E trabalha em tal lugar né.”
Ele sabia o lugar em que eu trabalhava, alegando que já me viu de uniforme. Mas eu raramente uso o uniforme do meu trabalho. Ou seja, ele já estava me vigiando fazia tempo. Eu fiquei louca nessa hora. Queria sumir, chorar, voltar pra minha casa e nunca mais pisar na rua. Mas não demonstrei desespero pra não irrita-lo. Então ele perguntou meu número, e me ofereceu pra me levar até a estação do ônibus. Foi aí que dei uma cortada e saí andando super rápido pro ponto. Ao sentar no ônibus chorei horrores. Liguei pros meus pais, e desde esse dia tive que pegar o caminho mais difícil até um outro ponto, e sempre que volto do trabalho, vou pra casa da minha mãe e espero meu pai passar lá e me pegar.
Deletei o whatsapp por uma neurose de que ele poderia me achar. E o meu maior medo é que se ele sabe a empresa em que trabalho, ele pode jogar no google e achar o lugar e o horário de funcionamento. Daí também já deletei certas informações até do meu Facebook. Fico com medo até de ir na farmácia, porque pelo visto ele sempre passa pela região. Sinto que estou sem vida agora.