eles começaram a nos perseguir dando MORDIDAS – Cantada 739

739 – “Fui passar as férias no Chile. Infelizmente, esperava um povo mais educado, mas o país era cheio de machistas agressivos, e sofri diversos assédios, alguns mais “engraçados”, outros francamente assustadores. Mas o pior de todos ocorreu durante meu último final de semana lá. Saí com um grupo de estrangeiros para dançar numa festa, um lugar que já havia ido outras vezes com os amigos feitos no hostel. E, enquanto dançava com uma amiga, um grupo de caras começou a tentar nos puxar para dançarmos com eles, o que recusamos. Foi quando, acreditem se quiser, eles começaram a nos perseguir dando MORDIDAS. Sim, carx leitorx: fui alvo de dentadas nas costas e no braço enquanto tentava fugir deles. Saímos correndo e nos refugiamos na bancada do bar, assustadas. Fui diretamente falar com a moça que atendia, lívida, relatando o ocorrido. Ela chamou o segurança e eu mostrei o grupo, que foi expulso da festa, embora minha noite já houvesse sido estragada. O que eu acho incrível é o quão claro o machismo se manifesta nesses momentos, afinal tenho certeza que morder uma moça que você não conhece não é uma maneira de seduzi-la, e sim de oprimi-la. Mas enfim, fica o arrependimento de não ter dado uma bela sova nesses babacas.”