enfiou a mão por baixo do meu vestido e apertou minha vagina – 1197

1197 – Bom, sou de Belém e fazia redação na doca. Em uma tarde eu estava indo para a parada de ônibus, em frente ao shopping Boulevard, super movimentada. Falava com minha mãe ao telefone quando um sujeito, aleijado e portando muletas, descia de um ônibus. Logo vi que era pedinte. Ele veio abordando todos na parada pedindo dinheiro. Quando ele veio até mim, eu fiz sinal que “não” com o dedo, ai ele disse: o quê? ai eu: não tenho dinheiro! Então ele passou pela minha frente e enfiou a mão por baixo do meu vestido e apertou minha vagina. Fiquei sem reação nenhuma nos primeiros segundos. Logo depois virei pra procurar o maldito, ele caminhava pedindo dinheiro como se nada tivesse acontecido. Então, entre choros eu gritei: ME RESPEITA!!!! ai ele saiu andando rápido e subiu em outro ônibus. Eu chorava tanto tanto tanto, mas tanto que soluçava e não conseguia formular uma frase. Vieram várias pessoas até mim, entre eles veio um rapaz e disse: é, a gnt n pode fazer nd, ele é um aleijado…ai se a gnt bate vai sobrar pra gnt.

Preciso muito saber quem é esse idiota e onde ele está! Ele é careca, baixo e só tem uma perna. Resultado: tive que sair da redação, só de pensar em ir pra aquele lugar eu já ficava nervosa.