estava SE MASTURBANDO NA MINHA FRENTE num ônibus lotado – 928

928 – Estava voltando pra casa num ônibus abarrotado, eu estava sentada num assento que fica no corredor e um cara parou em pé ao meu lado. Começou a me incomodar o fato de que a cada freada o indivíduo esbarrava em mim… não preciso dizer qual parte da anatomia. Após algumas esbarradas que até então eu julgava inocentes me posicionei de forma que ele não pudesse mais encostar em mim. Até que aquele ser que estava com uma calça de nylon daquelas molinhas enfia a mão no bolso e começa a fazer movimentos suspeitos. Fiquei um tempo tentando me convencer de que era imaginação minha até perceber que ele me encarava insistentemente…e os movimentos foram ficando menos contidos. Sim digníssimos…o energúmeno estava SE MASTURBANDO NA MINHA FRENTE num ônibus lotado. Sem saber se gritava, fazia barraco ou corria pedi ao senhor do meu lado pra que trocasse de lugar comigo e expliquei o motivo. O senhor sem graça trocou de lugar e tentou disfarçar, o espertalhão punheteiro se afastou, tirou a mão do “bolso” e colocou no ferro. Constrangida com a situação bizarra, pensando nas violências veladas que a mulher sofre diariamente ainda me ponho a pensar: além de contrair vírus e bactérias no ônibus também sujamos nossas mãos de porra! É palhaçada ou não é? Depois ainda fui olhar minha roupa pra ver se não era provocante (na época ainda não tinha me ligado que isso é irrelevante), mas percebi que estava cheia de bolsas em cima de mim, então o cara não estava vendo nada senão meu rosto. Pela encarada deu pra ver que ele estava apenas exercendo o poder de macho dele sobre mim, hoje eu não aceitaria isso jamais!!!