Garçom machista no restaurante -1268

1268 – Recebi um atendimento machista por parte de um garçom no Restaurante Fuentes.

Domingo, 13 de Abril de 2014, o garçom que atendeu a nossa mesa foi extremamente machista no atendimento em relação a mim. Estavam sentados à mesa: meu namorado, um amigo e eu.

Primeiro ato machista: ele não me trouxe um cardápio; trouxe somente aos homens da mesa. Segundo ato machista: ele não me perguntou o que eu gostaria de beber, inferindo que eu beberia cerveja como os homens da mesa. Terceiro ato machista: Nós rachamos a conta; dei o meu cartão para o garçom e disse o valor que deveria ser digitado. O que ele fez? Introduziu o meu cartão na máquina e, logo, a passou para o meu namorado colocar a senha! Dei uma gargalha e disse que era eu quem iria pagar a minha parte da conta.

Enfim, senti-me enquanto MULHER e CLIENTE desrespeitada frente a um atendimento tão machista, conservador e que ignora a presença da mulher à mesa, tratando-a como um objeto de decoração.

Eu não sei o nome do garçom, mas suponho que seja o mais velho do restaurante. Comemos de entrada berinjela e como prato principal uma paella valenciana. Ahh, eu não bebi cerveja!! Quando o garçom, voltou a nossa mesa, pude, finalmente, pedir um suco. E não por que ele me perguntou o que eu queria beber; eu tive de me dirigir a ele, senão ficaria sem beber uma gota d’ água.

Eu não acredito que esse seja o tratamento oferecido às mulheres por todos os garçons do Fuentes.

Espero que a gerência entenda o que relatei como um serviço machista e que precisa ser mudado.