“hmmmm… que boca gostosa!” – 991

991 – Hoje passei por um momento que nunca acreditei que deixaria passar. Vou explicar desde o começo: morei toda minha vida em interior e depois de uma certa idade, quando cantadas e gracinhas se tornaram frequentes, passei a responder todas na medida do possível. E seeeeeeempre funcionou. E nunca senti medo de responder, exceto hoje. Atualmente moro na baixada fluminense, no RJ, vim morar aqui não faz nem 2 meses e é um lugar completamente diferente do que eu cresci, com pessoas diferentes e com índoles diferentes também. Hoje indo trabalhar, saí de casa com um batom vermelho e a caminho do meu destino, passo por um sujeito que falou “hmmmm… que boca gostosa!”. Sério? Num calor do caramba, to indo trabalhar, passei batom vermelho porque não sou obrigada (pfv) e vem um desgraçado falar asneira pra mim? Tenho que ficar quieta? Não. Mas fiquei e to até agora com raiva. Fiquei com medo do cara me seguir até onde trabalho, fiquei com medo dele me agredir, dele puxar alguma arma do bolso, sei lá. Se a rua estivesse um pouco mais movimentada eu acho que teria respondido… E to me sentindo mal porque logo eu, que vivo nessa página e nos comentários comemorando toda vez que um relato termina em resposta pro cara que assedia, e quando o final é diferente, estou sempre nos comentários dizendo para as meninas responderem!

O que as meninas que moram em cidade grande ou com um relativo índice de violência me recomendam fazer? Respondo? Me dêem dicas!

Obrigada.