“hoje vamos brincar de uma brincadeirinha diferente” – 421

421 – Estou escrevendo para desabafar pois não aguento mais…

[Trigger warning – relato de abuso infantil]

Bem, eu era pequena, tinha uns 8 anos quando aconteceu isso. Morava no interior desde que nasci e aos 4 aninhos de idade eu e minha família viemos morar na cidade.  Logo minha família fez amizades e conheceram um velho que aparentava uns 50 e poucos anos, ele vivia aqui em casa; quando meus pais começaram a confiar nele deixaram eu e minha irmanzinha mais nova com ele para irem trabalhar para nos sustentar. Pois bem, nos deixavam com ele e passávamos a tarde com ele, só ficávamos com ele a tarde. Passados alguns dias eu comecei a gostar dele e brincava com ele de esconder e de outras brincadeiras inocentes… foi então que ele começou a me pedir pra sentar em seu colo para ele ler historinhas pra mim; eu sentava e ele lia historinha, eu sentia uma coisa dura nas minhas pernas mais não falava nada. Um dia sentei em seu colo para ele ler historia pra mim como sempre e ele disse:  _hoje vamos brincar de uma brincadeirinha diferente _qual? _olha você não pode dizer seus pais, ok? _tá então  Ele colocou sua mão dentro de minha calcinha e com muita força e muito rápido fazia movimentos em minhas partes intimas com os dedos grandes e grossos, e eu pedi para parar pois aqueles movimentos estavam me machucando, mas ele continuava.  Passou umas 2 horas fazendo aquilo, pegou seu pênis e colocou para fora e me pediu pra sentar em cima eu sentei e ele começou a fazer aquilo de novo e quando estava perto de meus pais chegarem foi para casa e mais uma vez disse que não era pra contar a meus pais e foi embora. Eu fui ao banheiro e quando fui fazer xixi lembro-me de doer pois ele fazia movimento com as mãos em minhas partes intimas com tantas força q machucou. Tomei um banho e como estava cansada dormi; no outro dia acordei com aquele velho na minha cama mexendo em minhas partes intimas de novo. Perguntei onde estavam meus pais e ele disse que foram trabalhar mais cedo e continuou. Todos os dias ele fazia aquilo comigo, teve um dia que ele pegou suas partes intimas colocou em minhas mãos e fez com que eu o masturbasse. Os dias foram se passando e a mesma coisa acontecia, ele abusava de mim e eu sentia dor quando ia ao banheiro. Quando completei os 10 anos ele parou de cuidar de mim pois meus pais arranjaram empregos bons e sobrava tempo para ficar com a gente; papai trabalhava em uma padaria durante o dia pertinho lá de casa e mamãe ficava com a gente, e à noite mamãe trabalhava das 11 ate as 6 da manhã e papai ficava com a gente.”