Homem pro meu namorado: “ah, só uma gozadinha, você tem cara de que gosta” – 627

627 – “Bem, o que vou contar não é algo que aconteceu comigo (não dessa vez), mas com meu namorado. Ele é bem magro, anda de skate e gosta de usar calças bem justas. Um dia (há uns 2 anos) ele tava voltando da rampa, na Praça dos Namorados, umas 22:00. Era fim de semana, eu tinha saído então ele resolveu ir sozinho. No meio da avenida para um carro com um senhor de uns 50 anos. Ele até parou pra olhar, porque por causa do trabalho e do cursinho ele conhece muita gente, direto rola uma carona até a casa dele. O homem ficou encarando ele por um tempo, e chamou ele pra entrar no carro. Ele agradeceu e continuou andando, e o homem falou “vai, rapidinho, te levo em casa” meu namorado meio sem saber o que tava acontecendo, continuou. O homem parou na frente dele e gritou – gritou – “ah, só uma gozadinha, você tem cara de que gosta” e saiu do carro. Meu namorado ficou tão chocado com a atitude do homem, mandou ele tomar no c* e pegou o skate e remou até o ponto de ônibus mais próximo. Ele tinha anotado a placa do carro, e foi correndo pra minha casa e me contou.  Falei pra ele registrar um BO, que aquele homem poderia ter pegado ele a força e levado pro carro, e ele preferiu não ir, de tão atordoado que estava. O que eu não entendo é que desde quando um homem precisa se vestir como “macho” pra provar heterossexualidade? Não é a primeira vez que acontece com ele, e ele sempre passa por poucas e boas pra se esquivar. Se um homem usa uma calça justa não é “homem”? Se é jovem e magro, então é a lei do mais forte?”