lambeu meu pescoço e mordeu minha orelha – 1262

1262 – Meu caso aconteceu há cinco anos. Eu fazia aula de taekwondo e o professor tinha uns 40 anos, nós estávamos na véspera de um feriado e a aula estava quase vazia. Éramos cinco pessoas, eu, o professor, uma mãe com uma criança que fazia aula também, e uma menina de uns 13 anos.

O professor resolveu dar uma aula diferente e nos ensinar a sair de chaves de braço entre outras coisas,  que eu não consegui aprender pelo seguinte: no meio da aula demos uma parada pra água e banheiro, e eu e a criança, ele devia ter uns 8 anos, estávamos brincando de fazer cócegas; eu estava sentada no chão com ele tentando fazer cócegas no meu pescoço. Quando o professor chegou perto da cena o menino saiu pro outro canto da sala, e o professor sentou em cima de mim e colocou as duas mãos no meu pescoço (era um dos movimentos que ele estava tentando nos ensinar a desviar) e eu fiquei sem reação. Ele abaixou e lambeu meu pescoço e mordeu minha orelha, aí eu peguei na manga do uniforme dele e empurrei, e ele saiu.  TODO MUNDO FINGIU NAO PERCEBER NAQUELA SALA. Eu saí da aula e quando minha vó foi me buscar pedi pra trocar de academia. Ela foi na academia reclamar e a resposta deles, junto com o cretino foi: ‘ele é um homem casado e tem duas filhas, um homem respeitavel, isso não é verdade’.

Ninguém fez mais nada.