” mas deixa ver vc so um pouquinho” – 787

787 – “Oi! O que estou mandando não é nada tão grave e chocante quanto tantos outros relatos vistos por aqui, de certa forma é até beeem engraçado, mas quero chamar a atenção que é nesse tipo de abordagem que é “naturalizada” que se legitima e é o começo para algo mais grave. Já é perceptível o machismo e a objetização da mulher, que no pensamento desse tipo de gente, se está online e na lista de amigos, é porque está disponível para satisfazer as suas vontades.

Eu estava no skype, conversando com meu namorado e jogando Tibia com ele (sim, ainda jogo isso :P) Até que sou abordada por um ser humano desta maneira:[18:37:57] edi *: oi
[18:38:09] liz*: oi ^^
[18:38:22] edi *: tbem
[18:41:44] liz*: aham, e vc?
[18:41:57] edi *: sim
[18:42:02] edi *: poso ver vc
[18:42:55] liz*: pra que?
[18:43:20] edi *: sim
[18:43:23] edi *: poso
[18:44:02] liz*: eu perguntei pra que
[18:44:12] edi *: ver como vc e
[18:44:38] liz*: é, mas pra que vc quer ver como eu sou?
[18:44:53] edi *: sim
[18:45:53] liz*: oO sim?
[18:46:17] *** Chamada de edi * ***
[18:46:32] liz*: ja to no skype com outra pessoa
[18:46:53] edi *: mas deixa ver vc so um pouquinho
[18:49:58] edi *: em
[18:50:32] liz*: mano, nao tem sentido isso hahaha
[18:50:38] liz*: eu perguntei pra que
[18:50:42] liz*: e vc disse “sim”
[18:51:14] edi *: ver se vc e gata como a foto
[19:00:35] *** Chamada de edi * ***
[19:14:03] edi *: tai
[19:14:28] liz*: oi, to sim
[19:14:38] liz*: kkkkkkkkkkkkkk
[19:14:51] liz*: eu nao sou um objeto a sua disposição
[19:14:54] liz*: que vc chega e fala
[19:15:06] liz*: “oi, quero verificar se a sua qualidade é igual a da propaganda”
[19:15:21] liz*: enfim
[19:15:33] liz*: tente nao me encher mais o saco com futilidades
[19:15:34] liz*: beijos
[19:15:41] liz*: e amadureça um pouco mais
[19:17:25] edi *: vc come frango e rota peru

Vale salientar que eu nunca falei com esse garoto na minha vida, ele me adicionou aos contatos depois de alguém me chamar aleatoriamente numa conversa em grupo da qual nem participei.

Bem, foi isso. Meu principal objetivo é abrir os olhos das mulheres até para as coisas “pequenas e sem importância” e incentivar a não ficarem caladas nem diante de algo tão banal, afinal é com pequenas atitudes que podemos mudar o mundo, quem sabe! Beijos!”