Não consegui fazer nada para impedir – 772

772 – “Vou contar uma situação que aconteceu comigo e com uma amiga minha, no mesmo dia, há quase 1 ano. Eu estava numa festa na casa dela e comecei a ficar com um amigo nosso, enquanto ela estava ficando com o peguete dela. Até aí tudo bem, todo mundo tava bebendo, essa minha amiga inclusive tava mais louca que qualquer pessoa presente no dia.

O meu causo foi o seguinte: estávamos nós quatro (eu + ficante + amiga + ficante dela), além de mais uns amigos nossos, conversando num determinado lugar da casa, quando fiquei com vontade de ir ao banheiro e fui sozinha. Quando eu estava quase na porta do banheiro, um outro “amigo” aleatório nosso aproveitou que eu tava muito bêbada pra dar uma belo de um apertão na minha bunda. Só não revidei na hora porque eu estava MUITO apertada e só conseguia pensar em entrar no banheiro, mas fiz xixi pensando “saindo daqui eu juro que sento a porrada nesse filho da puta”. Quando saí, ele já estava longe, então deixei pra lá e voltei pro meu ficante e pros meus amigos. Depois aconteceram umas coisas que nem lembro direito, esse ser escroto que apertou a minha bunda voltou pra perto de nós, discutiu comigo e dei um tapa muito bem dado na cara dele, falando o quanto ele era porco por desrespeitar tanto a mim quanto ao cara que eu tava ficando (que teoricamente era amigo dele). Detalhe: no dia seguinte o babaca ainda teve coragem de dizer as frases clássicas, como “você sabe que essas coisas acontecem quando rola bebida, se foi na festa é porque estava ciente disso” e “apertei mesmo, ninguém mandou ter a bunda gostosa”. Nunca mais olhei na cara dele e sempre faço questão de humilhar o idiota quando ele faz comentários ou compartilha coisas machistas na timeline (e ver os próprios amigos desse babaca rindo dele é demais!).O causo da minha amiga foi o seguinte: quando a festa estava acabando, o ficante se aproveitou do estado dela (ela tava MUITO bêbada), e a levou pro quarto, sendo que eles ainda não haviam tido esse tipo de intimidade. Dias depois, terminou com ela do jeito mais escroto possível, com direito a mostrar o Facebook da próxima vítima e tudo mais. O que mais me deixou puta nessa história é que não consegui fazer nada para impedir que esse babaca se aproveitasse dela, porque eu também estava muito bêbada e nem cheguei a ver os dois entrando no quarto.

Mas a moral da história é: hoje, ambas estamos namorando caras incríveis e os dois babacas que nos sacanearam estão na pior.”