Não conseguiu transar por nervosismo, mas colocou a culpa em mim – 885

885 – “Com ajuda de um amigo em comum, um amigo meio tímido e abobalhado chegou em mim de forma desajeitada. Fiquei surpresa porque até então, não imagina que esse amigo me achava atraente nem nada. Como o achava bonito, aceitei suas investidas e passamos a ficar. E a cada ficada nossa ele me tratava de forma cada vez mais fofa e carinhosa.
Marcamos enfim um dia pra transarmos depois de semanas ficando. Porém dias antes me confessou que é virgem o que me surpreendeu porque além de ter vinte e tantos anos, não aparenta ser. Perguntou se isso era um problema, mas disse que não.
Na hora H ficou todo afobado porque nunca tinha visto uma mulher nua antes na sua frente e tem poucas experiencias com mulheres. O nervosismo venceu e não conseguimos fazer nada.
Tentei acalmar dizendo que isso é normal, que poderíamos tentar outro dia, ou seja, tentei dar meu apoio, fazer o que desse pra ajudar.
Só que a vergonha foi tanta que esse amigo resolveu dizer que deu errado porque na verdade está tentando namorar outra moça e que não podia mais continuar porque já queria se manter fiel a ela. Que achou que eu quisesse namorar com ele e por isso tinha que parar de ficar comigo porque eu estava confundindo as coisas. Depois disse que está pra namorar uma outra pessoa e que só aceitou ficar comigo porque tinha passado por uma decepção amorosa. Sendo que desde o início deixei claro que não queria namoro e que aquilo era só uma diversão (séria) sem compromisso.
Me senti tão humilhada…porque de forma indireta tentou botar a culpa em mim pelo ocorrido dando a entender que nunca sentiu atração nenhuma por mim, e olha que tentei ajudar. Ainda por cima, ele não pega ou fica com ninguém e nosso amigo em comum ficou chateado porque achou que estava ajudando ele a pegar uma garota.
Passou a me tratar normal como se tudo estivesse bem e eu com vontade de dar um soco toda vez que o via.
Mas um dia não aguentei e fui reclamar do que tinha feito. Falei de como me senti e o que acho disso tudo. Ele por sua vez falou mais besteiras, contou as mesmas mentiras e disse que não entende o por que de eu estar magoada porque, em suas palavras, eu não gosto dele pra namorar assim como ele não gosta de mim pra namorar! Então por que a raiva? Minha paciência morreu e a chateação aumentou…
Com tudo isso fico pensando o seguinte: o machismo é tão grande que essa pessoa teve que tentar mostrar que não é viril me atacando? E achou que tudo ficaria bem dizendo que eu sou um lixo?
Tem algo muito errado e podre nessa sociedade.”