“não me dá as costas, senão te agarro aqui mesmo!” – 631

631 – “Estudo Engenharia Civil e, como em qualquer curso de Engenharia, o número de homens na turma é sempre superior ao de mulheres. Hoje, após uma prova, fomos ao bar próximo à faculdade – eu e mais 4 amigas, as únicas mulheres que sobraram na turma. Algum tempo depois, quando o bar começou encher, alguns caras de nossa turma se aproximaram e, quando uma amiga deu as costas, ele simplesmente gritou alto para todos ouvirem “não me dá as costas assim, senão te agarro aqui mesmo!”. Não bastando isso, outro infeliz deu a ideia de que, a cada copo de caipirinha comprado, um botão da camisa de uma amiga deveria ser aberto. Resultado: o que era para ser nosso momento de descontração pós prova acabou se tornando uma situação extremamente desagradável e constrangedora.  É triste ver que até mesmo os colegas de faculdade não têm o mínimo de respeito.”