olhavam para mim por baixo da mesa – 1087

1087 – Hoje eu fui na Padaria Estrela do Butantã em São Paulo tomar um café. Estava sentada conversando quando vi os homens que trabalham lá atrás do balcão olhando pra baixo da minha mesa; fechei mais as pernas e tentei me esconder. Eles disfarçaram, mas ficaram revezando, passando e olhando. Levantei, pedi pra uma garçonete chamar o gerente e fui pra fila pagar, mas a garçonete não chamou o gerente. Perguntei por ele e ele estava passando por mim. Falei alto pra ele que os funcionários dele estavam olhando pra o meu corpo por baixo da mesa e que era pra ele tomar uma providência. Frisei que estava calor e eu não era obrigada a sair de burca. Ele pediu desculpas de má vontade e não foi falar com os abutres, pelo menos enquanto eu pagava a conta.

Imagino que se meu companheiro que estava comigo tivesse reclamado por mim, o gerente teria sido mais solicito.