passou a mão no cabelo e ombro dela e soltou uma “piadinha” – 882

882 – “Quando vi a página lembrei de uma história que aconteceu com uma amiga. Estudávamos em uma escola privada em SP e lá tinha seguranças terceirizados que já nos conheciam; na entrada de uma das aulas um dos segurança falou alguma “piadinha”, a menina ficou tão sem graça que apenas conseguiu rir e durante o almoço ela contou para nossa turminha o que tinha acontecido. Novamente o cara passou do lado dela na cantina e dessa vez passou a mão no cabelo e ombro dela e soltou a “piadinha” e dessa vez ela xingou e ele ficou rindo, mesmo com a nossa mesa cheia e a cantina lotada ele teve a coragem de fazer isso. Uma das moças da cantina que também era terceirizada disse em tom de risada para ela tomar cuidado com ele como se a menina estivesse gostando, quando era evidente que ela estava assustada e com medo, e a mulher ria. Depois disso falamos com o chefe de segurança que era funcionário da escola e super legal; ele conversou com minha amiga perguntou se ela estava bem ou assustada e como foi o ocorrido. Não sei bem o que aconteceu, só sei que uns dois dias depois o cara foi demitido.”