passou a mão por entre minhas pernas – 826

826 – “Não sou lá uma menina que chama atenção. Eu com meus 20 anos sou bem “fora do padrão” mesmo. Pequena, meio cheinha, cabelo bem curto…
Nunca gostei muito de me maquiar, não uso roupas curtas e coladas por opção e nem vou a baladas. Mas sinto um medo absurdo de passar por grupos de homens. Sejam 3, 4 ou mais, se eu não puder me desviar do local fones de ouvido e cabeça baixa são essenciais.
Quase todos os dias eu vou andando para o meu curso e eu evito olhar para todos os homens por quem eu passo e com os fones de ouvido, evitar escutar certas barbaridades.
Já houveram momentos onde o cara passou do meu lado vindo do sentido contrário, tocou no meu braço, chegou bem perto do meu ouvido pra falar que eu era “gostosa”. Lembro também te fazer uma cara de nojo bem característica, e as pessoas em volta, mesmo olhando e percebendo o que acontecia, agindo como se fosse natural.

Acredito que esse medo venha dos meus 11 anos, quando um amigo do meu pai passou a mão por entre minhas pernas enquanto estávamos no carro. Por medo do que iriam pensar, e principalmente por falta de conhecimento, deixei de contar por muito tempo para as pessoas.

Nunca vou saber se é por esse fato que não uso brincões, que não uso uma maquiagem mais forte, saias mais curtas ou blusas mais curtinhas também… Mas o que sei é que eu gostaria de poder sair na rua sem me preocupar com o que eu vou ouvir ou ver.”

Obrigada por estarem fazendo isso.