“QUAL O PROBLEMA DE VCS? SEUS BABACAS!” – 1115

1115 – Era um dia de muita, muita chuva aqui no Rio de Janeiro. Uma chuva que nos pegou de surpresa. Voltava do trabalho e ao descer do ônibus, caminhava tentando me proteger da chuva (inútil, fiquei ensopada do mesmo jeito). Atravessei uma rua pequena; numa esquina uma pizzaria, na outra um bar.

No bar, alguns caras bebiam e ao atravessar, percebi que um deles chamou a atenção dos outros e apontou para mim. Molhada de chuva, tentando proteger a bolsa de toda aquela água. Não entendi porque apontaram para mim. Continuaram olhando até que parei no outro lado do bar (o lugar é numa esquina na rua onde eu moro).

Disse a eles discretamente: “QUAL O PROBLEMA DE VCS? SEUS BABACAS! VOCÊ AÍ SE ESCONDENDO ATRÁS DA PILASTRA, SEU FROUXO, APRENDE A SER HOMEM! ISSO É FALTA DE RESPEITO! NÃO TEM VERGONHA NÃO! BABAQUICE FICAR APONTANDO PARA MULHERES NA RUA.! SEJA HOMEM E PARE DE SE ESCONDER!!”

Ufa….

Cheguei em casa com sangue nos olhos!

O que me chamou a atenção foi que em nenhum momento ninguém, nem dos caras, nem alguém responsável pelo bar veio perguntar o motivo de eu estar gritando.