quando me dei conta estava dando na cabeça dele com a sandália -1152

1152 – Eu estava resolvendo pendengas com a minha irmã caçula no centro da cidade que eu moro, passamos a tarde toda andando e estávamos a poucas ruas de onde eu moro, eu estava andando descalça pois as sandálias estavam machucando meu pé, de vestido colado, e isso não faz a menor diferença ne? Enfim… estávamos caminhando pra minha casa e um homem vinha na nossa direção contrária. Desgraçado! Ele passou por nós e apertou as minhas partes íntimas… por um momento eu parei, pensei que tinha imaginado coisa, porque isso seria um absurdo, ninguém sai por ai apertando o pau e a buceta de ninguém, nós não somos cachorros que se cumprimentam cheirando rabos…. quando voltei a mim eu ja tava em cima do cara… dando na cabeça dele com a minha sandália, minha irmã morrendo de vergonha, daí ele começou a se fazer de doido, falar torto, se escorar na parede… as pessoas ( homens) das lojas pediam pra eu parar pq ele era ”doido”, mané minha mãe é esquizofrenica e nunca assediou ninguem…. eu grito, eu bato mesmo, eu não paro… a buceta é minha, não é poste de rua, eu hein!