Respeito é bom e todo o mundo gosta! – 1991

Estava voltando para casa depois de fazer fotos de studio para minha formatura. Estava usando camisa social preta lisa toda fechada, saia lápis até o joelho e um sapato preto, uma típica roupa formal de fotos de formatura.

Estava na minha andando até o ponto de ônibus e quando passei em frente a uma praça um sujeito que estava fazendo caminhadas na mesma diz ”chuparia você todinha”.

Senti nojo, repulsa, revolta, tanta coisa ruim junto que não sei explicar.

Revidei! Disse em alto em bom som: ”Não te conheço e nem você me conhece, nunca te dei intimidade para falar assim comigo e nem meu noivo fala desse jeito comigo. Respeito é bom e todo o mundo gosta!”. Ao sair andando ele ainda teve a petulância de gritar ”ô moça estressada!”, como se eu tivesse que sorrir e ficar feliz em ser objetificada e desrespeitada em público. Gritei um ”sou mesmo!” de volta e coloquei fones no ouvido.

Meninas, quando algo assim acontecer não deixem de revidar, não deixem de lembrar que somos donas de nós mesmas e usando saias até o joelho e camisa fechada ou usando shortinho e decote merecemos respeito.