“sabe , eu gosto muito de chupar pepec@” – 1261

1261 – Eu gostaria de um caso que me aconteceu e antes gostaria de dizer que tenho 12 anos mas meu corpo é MUITO desenvolvido para a minha idade, muitas pessoas dizem que eu tenho 16 pra 18.

Bem, em fevereiro dia 24 eu estava com muita fome de noite, 8hs e não tinha muita coisa que me chamou atenção para comer, me arrumei e fui pro mercadinho que fica atras da minha rua, coloquei uma legging preta e uma blusa rosa comprida que cobria o bumbum e chinelos, nada muito exagerado .

Minha mãe sempre tem aula de noite e havia já chegado, estava com uma amiga na frente de casa com o carro e avisei ela, já é tarde e tenho sempre que avisar né .

Eu mal dobro a rua e vejo um Sr. sentado no chão , encostando na parede , pensei ” droga ” .

Idosos adoooooooooram fingir que são muito ‘gágás’

e ficam olhando pro horizonte , pro nada , ATÉ você passar por ele .

Como pensei , ele ficou me olhando da esquina até eu passar por ele, o que foi muito nojento, tipo, um VELHO com lá seus +60 me olhando e pensando naquilo … Quando passei por ele, ele disse:

ele : oi

eu: …oi..

ele : pq não senta aqui pra conversar ?

eu : pq ?

ele : pra conversar apenas

eu : já ta tarde pra eu ficar com ‘alguém como vc ‘ na rua pra conversar . ( queria que ele se tocasse )

ele : … então pq não entra ?

eu : não obg

ele : vamos lá , entra *levanta do chão*

Então ele insisti bastante caminhando pequenos passos até mim , eu sempre tento ser mais educada possivel com um idoso/a e juro que tentei com esse sempre falando ” não obg – não , desculpe … ”

ele : eu não vou fazer nada contigo , então vamos

eu : não , está tarde

ele : eu não vou fazer nada que você não queira …..

eu : como assim ? ( assustada )

*ele se aproxima bem perto de mim*

ele : sabe , eu gosto muito de chupar pepec@ …

eu : O QUE ?

ele repetiu de novo , mas eu não consegui ouvir , me recusei a ouvir algo tão nojento vindo de um ser como ele , foi humilhante demais para os meus ouvidos .

Sai caminhando apressadamente ouvindo ele me chamar de novo ” hey ! volta aqui ! Eu ainda não terminei ! ” meu coração nunca havia ficado tão agitado com apenas palavras , mas não eram “simples” palavras , aquilo cortou o meu coração …

Fui no mercadinho e percebi que estava tremendo e muito , peguei as coisas que eu queria e me fui pelo outro caminho , cheguei em casa e chorei muito .

Eu vejo sempre ele caminhando de manhã tranquilo , como se nada tivesse feito , como se não tivesse traumatizado uma menina , eu gostaria muito de denuncia-lo , mas sinto medo de ele fazer algo comigo , se ele não for pego ….

Eu não sei o que fazer e quero saber o que vocês acham .