Se é ‘só’ uma questão de saúde, porque só o corpo da mulher é criticado? – 1944

1944 – Esta semana tive o desprazer de me deparar com uma imagem que comparava duas bundas de mulheres, uma com celulite, e a outra bem no estilo photoshop, em cada uma das imagens estava escrito o que as donas das bundas consumiam: a primeira, refrigerante, sorvete, brigadeiro, batata frita; a segunda, batata doce, água, franco, vegetais e AGACHAMENTO. A imagem foi compartilhada por um conhecido meu sob o comentário “claro que academia não é só estética, mas confesso que ri quando vi isto”
Não era a primeira vez que estava vendo a imagem sendo compartilhada, porém por se tratar de um colega próximo, resolvi comentar sobre a postura dele em relação àquela publicação:

– Pois é, você ri porque não é sobre o seu corpo que está sendo imposto regras que ditam as medidas e as formas que ele deve ter pra ser aceito e também não é o seu corpo que está sendo usado como o modelo do considerado “inadequado” a fim de ridicularizar quem não segue esses padrões.

O fato de você ser adepto da academia ou de dietas que visem uma melhora na saúde e na estética, não deveria fazer de você um fiscal dos corpos alheios, pois sinceramente é o que parece.

Quando questionei aquela atitude logo apareceram defensores com o discurso de que ele “não havia feito por mal”

Pois eh, as pessoas fazem muitas coisas babacas, mas não fazem por mal. É justamente por pensar assim, que resolvi falar o quanto o post dele pode ser ruim, sob um ponto de vista diferente do dele.

Enquanto as pessoas insistem em achar que “o padrão de beleza da sociedade pouco importa mas ter celulite é ruim” estão justamente reforçando e legitimando esses padrões.

Como um fenômeno que atinge a maioria das mulheres pode ser considerado algo não natural?
Enquanto 99% das mulheres não querem ter celulite, segundo a “pesquisa” de um dos defensores, 99% delas as têm.

Por que as celulites são indesejadas somente nos corpos das mulheres?

Por que somente os corpos das mulheres é que servem de modelo do “correto” e do “incorreto”, de como pode ou não pode ser?

Por que é que os homens estão preocupados com as celulites nos corpos das mulheres e não no próprio corpo?

Por que é mais recorrente as bundas das mulheres nos posts que falam sobre o “problema” da falta de exercícios físicos?

Será que isso não tem mesmo nada a ver com a objetificação do corpo feminino e com o fato de que as maiores reféns dos padrões de beleza são as mulheres?

Eu penso que se de fato o intuito é mostrar a importância dos exercícios físicos e da boa alimentação para a saúde, esses posts deveriam ser diferentes. Eles deveriam ressaltar os benefícios das práticas esportivas para a saúde e não ridicularizar corpos no intuito de “pregar” uma estética corporal. Mostrar bunda não auxilia em nada para uma mudança de visão, de hábitos ou para a conscientização.

Também disseram que eu deveria “ter algum problema com quem gosta de bunda bonita” o que justificaria a minha “revolta”.

Não, eu não tenho problema e nem estou revoltada com “quem gosta de bunda bonita”, simplesmente quis manifestar minha opinião sobre o assunto proposto, afinal , as redes sociais servem para isso.

“Entenda uma coisa: esta foto é só uma forma descontraída de dizer que sua saúde e condição física é mostrada pelo seu corpo” me disseram.

Entenda VOCÊ uma coisa: fazer piada, descontrair , rir à custa da auto estima de um gênero que já é massacrado constantemente pelos padrões de beleza não é legal, muito menos ficar cagando regra pro corpo alheio, pra isso já bastam os comerciais de TV, as revistas de moda. Se o intuito é só descontrair por que a descontração tem que vir justamente do corpo “inadequado” das mulheres? Por que é sempre o corpo feminino que está em discussão? Será que isso não indica nada pra você?

Se eu estou realmente errada, por que o modelo utilizado de saúde e desleixo do seu post não foram corpos masculinos? Eu te digo o porque: Porque esse padrão nefasto de beleza imposto socialmente não exerce o mesmo poder sobre os homens e ridicularizar um homem por ter a barriga grande ou bundas “inadequadas” não tem tanto apelo social.

A maioria insiste em achar que É SÓ UMA QUESTÃO DE SAÚDE e que não tem nada a ver com a objetificação dos corpos das mulheres. Eu queria mesmo que fosse SÓ uma questão de zelar pela saúde alheia…

Obrigada pela atenção de vocês e espero que continuem construindo o espaço para o debate.