tinha um bilhete horrível pra mim – 002

002 – “Uma vez um cara que até hoje não sei quem é, ficou me vigiando escondido. Sabia certinho a hora que eu chegava no meu trabalho e via que eu ficava uma meia hora sozinha esperando. Certo dia, eu estava sentada, quando olhei do lado de um vaso com flores, tinha um bilhete horrível pra mim: “para a loira que fica aí todo dia”. Ele falava coisas nojentas, dizia que queria me chupar, que tinha vontade de ver a minha “buceta rosadinha”, que ia me pegar qualquer hora (e coisas MUITO piores).

E quanto eu li aquilo, estava sozinha. Não sabia o que fazer, não sabia se ele estava me observando, nadinha. Aí depois ainda fui na delegacia mostrar aquela merda de bilhete com aquelas besteiras pra um bando de homem, porque realmente fiquei com medo do que poderia acontecer.”