três jovens bêbados incomodavam as mulheres na barca – 1151

1151 – Eram umas 9 da noite quando fui pegar a barca para voltar de Niterói pro Rio.

A principio tudo estava normal e tranquilo, mas notei que três caras jovens estavam agitando o lugar. Eles pareciam estar muito bêbados, especialmente um deles que não parava de fazer gracinha e encher o saco das pessoas. E por estarem ali, suponho eu que os três bonitões estavam retornando de alguma choppada, pois como a UFF retornou às aulas recentemente, era normal que inúmeras festas universitárias acontecessem todos os dias.

O mais palhaço de todos, incentivado pelos outros dois, passou toda a viagem incomodando principalmente as mulheres.

Berrava sem parar que toda mulher é chata e complicada, foi em uma que estava lendo sobre a revolução francesa, ficou lendo em voz alta o texto e pedindo pra que explicasse o que aconteceu na revolução. Chamou uma, chamou outra e os amigos só rindo. Todas as pessoas estavam rindo sem graça querendo muito sair dali.

A barca tem duas portas de saída e quando esta chegou, todo mundo se dirigiu apenas pra uma porque os três estavam na outra. E assim que se abriram, um monte de gente, especialmente homens passou a reclamar o quanto eles são chatos e etc.

Já na Praça 15 os três pegaram o mesmo caminho que o meu e quando o mais chato me viu, ficou me chamando. Como estava cansada e de saco cheio, me virei e fiquei olhando feio pra mostrar que não tava gostando.

Um dos amigos falou pra ele me abraçar e ele disse que não, perguntando se não tinha visto a forma como eu o olhei. Então quer dizer que se tivesse ignorado por medo e vergonha como muita mulher faz eu teria sido agarrada? O que uma reação pequena não faz…