um sujeito de carro me fechou e impediu a minha passagem – 1225

1225 – Estava andando na rua vindo para casa (23 de março de 2014 por volta das 21hs)  quando fui atravessar a rua na faixa de pedestre (praça Guido-Ubá) quando um Voyage prata ano 2012/2013 placa FEQ-3449 me fechou e o condutor (homem branco, sem camisa, aparentando ter por volta de 30/35 anos) se dirigiu a mim de forma ofensiva impedindo minha passagem e insistindo contato comigo quando apontei a câmera do celular e ele liberou minha passagem parando mais à frente e me seguiu com os olhos até eu terminar de atravessar perguntando se eu estava tirando foto dele; apontei a câmera novamente e ele se foi.

Este é mais um caso onde uma mulher sofre assédio simplesmente por estar sozinha na rua exercendo seu direito de ir e vir. A partir de hoje divulgarei na internet todos os casos de assédio/perturbação da tranquilidade que eu sofrer em locais públicos. Não suporto mais ser desrespeitada por ser vista como um pedaço de carne e não como um ser humano. Sugiro às mulheres que façam o mesmo, pois nada mudará se abaixarmos a cabeça e aceitar.

A rua é pública, mas meu corpo não! Sou um ser humano e exijo respeito!