uma mão no canivete e a outra abrindo a calça – 1244

1244 – Estava indo para uma confraternização do meu trabalho em um restaurante, por volta das oito horas da noite. Como era horário de verão ainda estava claro, e eu estava com um vestido largo que ia até o joelho e sem decote. Super tranquilo, eu estava caminhando por uma parte da rua que não tinha calçada, quando um nojento subindo de bicicleta bem devagar passou a mão na minha bunda e forçou o dedo do meio; eu congelei por uns 5 segundos, e enquanto ele subia na minha frente rindo, acertei uma pedra nas costas dele. Ele caiu da bicicleta, e quando se levantou, vi que estava com um canivete, e veio na minha direção a pé, com uma mão no canivete e a outra abrindo a calça. Saí correndo e entrei em uma casa que estava com o portão aberto (graças a deus não tinha cachorro); ele ficou na rua por uns minutos, me olhando de lá, mas uando ele me viu com o celular na mão (ligando para a polícia), pegou a bicicleta e foi embora… Acabou confraternização pra mim, me senti muito mal, e odeio pensar que mulheres no mundo todo passam por situações infinitamente piores que essa.