“Vamos ali pra eu foder esse rabo!” – 641

641 – Caminhava por uma da ruas de Recife, perto da universidade federal, no bairro da várzea. Numa segunda pela manhã, umas 11 horas, rua bem movimentada. Um homem passava de moto, em baixa velocidade e falou: “Vamos ali pra eu foder esse rabo!” Como se sentir livre e em segurança quando se é ofendida pelo fato de ser mulher? Meu sonho é andar sozinha sem medo de uma agressão sexual.