“vô gozar nessas tuas tetas gostosas” – 1279

1279 – Já contei casos aqui que aconteceram quando eu era criança, agora vou contar um que aconteceu ano passado, eu estava com 21 anos e mesmo assim, mesmo já adulta, não consegui não sentir medo.

Eu estava caminhando perto da minha casa com a minha avó, pelo meio-dia, tinha acabado de voltar do almoço, a rua estava cheia de gente, até que um senhor de idade começa a chegar cada vez mais perto de mim, sem querer esbarro na mão dele (doce ingenuidade minha) depois percebi que ele se aproximou para pegar a minha mão, e então, ele segurou a minha mão, puxou meu corpo contra o dele e disse “vô gozar nessas tuas tetas gostosas.”. Na hora eu fiquei com tanta vergonha que não falei nada, minha avó de 72 anos me defendeu, falou “um velho desses não tem vergonha na cara?”. O senhor então saiu caminhando e entrou em um estabelecimento na minha rua, do lado de dentro alguém falou “oi seu fulano”, fiquei com nojo de saber que alguém respeitava aquela criatura e que ele é conhecido perto da minha casa. Assim que ele entrava na loja eu passei, ele ficou me encarando e rindo, eu caminhei o mais rápido que pude, mas depois que passei ouvi “vou comer essa bundinha, tu vai ver só.” Essa loja fica a 3 casas da minha, tenho que passar todo o dia na frente para chegar em casa, todos os dias passo o mais rápido possível, pois ele vem quase todos os dias. O mais nojento é que as pessoas da loja, mesmo mulheres novas, com idades próximas a minha, riem com ele quando eu passo, acham divertido ouvir ele dizer esse tipo de coisa pra mim. pessoas da loja, mesmo mulheres novas, com idades próximas a minha, riem com ele quando eu passo, acham divertido ouvir ele dizer esse tipo de coisa pra mim.